Comparação das pressões de interfaces de três sistemas de bandagens de compressão

Comparação das pressões de interfaces de três sistemas de bandagens de compressão

Author(s) : Richard Hanna, Serge Bohbot, Nicki Connolly


BJN_17_20_TVS_16_24_Urgo_web
  • Objetivo: medir e comparar as pressões obtidas com dois sistemas de bandagem de compressão – um sistema de quatro camadas (4LB) e um sistema de curto estiramento de duas camadas (SSB) – com um novo sistema de duas camadas (2LB), que usa um indicador de calibragem para ajudar a alcançar a pressão terapêutica correta para a cicatrização de úlceras venosas – recomendado como 40 mmHg.
  • Método: 32 enfermeiros com experiência no uso de bandagens de compressão aplicaram cada um dos três sistemas em um voluntário do sexo feminino saudável na posição sentada. As pressões das bandagens e o tempo necessário para aplicar os sistemas foram medidos.
    Um questionário sobre o conceito do novo sistema e sua aplicação em comparação com os dois sistemas existentes foi então preenchido pelos enfermeiros.
  • Resultados: As pressões aferidas mostram que muitos enfermeiros aplicaram níveis muito elevados com a 4LB (25% alcançaram pressões > 50 mmHg), enquanto que a maioria dos enfermeiros (75%) obtiveram uma pressão de < 30 mmHg quando utilizam o SSB. Uma pressão de 30-50 mmHg foi alcançada com o 2LB. A SSB levou menos tempo para ser aplicado (média: 1 minuto e 50 segundos) o 4LB foi o mais lento (média: 3 minutos, 46 segundos). A média de tempo para aplicar o 2LB foi de 2 minutos e 35 segundos. Mais de 63% dos enfermeiros acharam a 2LB muito fácil de aplicar.
  • Conclusão: Os resultados sugerem que o 2LB atinge a pressão terapêutica ideal para o tratamento de úlceras venosas da perna, é fácil de aplicar e pode proporcionar uma alternativa adequada em relação aos outros sistemas de bandagens multicamadas.

Download PDF

 

Última atualização : 17/11/2018