A estimulação da proliferação de fibroblastos dérmicos humanos in vitro com um curativo de lipido-colóide

A estimulação da proliferação de fibroblastos dérmicos humanos in vitro com um curativo de lipido-colóide

Author(s) : F.X. Bernard, C. Barrault, F. Juchaux, C. Laurensou, L. Apert


JWCMayBernardp215-220_web
  • Objetivo: O efeito do UrgoTul sobre a proliferação dos fibroblastos dérmicos humanos normais in vitro foi estudado e comparado com a de dois outros curativos: Mepitel e Tulle Gras.
  • Método: A proliferação foi medida pela extensão da incorporação de timidina no DNA em replicação de fibroblastos proliferativas em contato com a cobertura. Além disso, a viabilidade celular e o metabolismo foram avaliados utilizando o ensaio de MTT. Morfologia e ultraestrutura foram analisadas baseadas na imunomarcação e microscopia confocal a laser.
  • Resultados: Apenas UrgoTul estimulou significativamente a incorporação de timidina, geralmente com um efeito proliferativo máximo em um tempo de contato de 48 horas. Isto foi confirmado pela observação de um maior número de células (células mitóticas) do que nas culturas de controlo da divisão. Nenhuma citotoxicidade foi observada após o tratamento com esta cobertura. As células apresentaram características estruturais e ultraestruturas normais.
  • Conclusão: Os fibroblastos desempenham um papel fundamental na reparação de lesões dérmicas. A capacidade de UrgoTul de promover a proliferação de fibroblastos pode explicar a sua eficiência no processo de cicatrização de feridas agudas e crônicas.       
  • Declaração de interesse: Este estudo foi apoiado pelos Laboratórios Urgo

Download PDF

 

Última atualização : 17/11/2018