FAQs

FAQs

UrgoTul Ag

Produto

O que é o UrgoTul Ag?

UrgoTul Ag é uma camada de contato antimicrobiano, flexível que possui TLC-Ag, composto por uma malha de poliéster, estéril, não aderente, não oclusivo, impregnado com a Matriz Cicatrizante TLC-Ag (Tecnologia Lipido-Colóide e Sais de Prata).

Como funciona o UrgoTul Ag?

Quando em contato com a o exsudato da lesão, a Matriz Cicatrizante TLC-Ag forma um gel lipido-colóide que mantém o a umidade necessária para promover a cicatrização. Esse gel também garante a não aderência e a remoção do curativo sem dor. Em contato com o exsudato da lesão a partícula do sal se quebra, e o UrgoTul Ag funciona como um reservatório fazendo liberação constante de concentrações bactericidas de íons de prata enquanto em contato com a lesão.

A prata é liberada no leito da lesão para matar a bactéria ou a bactéria é morta em contato com a cobertura?

A Matriz Cicatrizante TLC-Ag contém sulfato de prata, que possui efeito bactericida somente quando entra em contato com o exsudato da lesão, pois a TLC forma um gel e o sulfato de prata se transforma em íons de prata e SO42-. Esses íons de Ag+ ficam no gel lipido-colóide e não são liberados no leito da lesão.

Qual a quantidade de prata necessária para matar patógenos?

Isso varia de acordo com o patógeno. No entanto, a quantidade de prata no gel lipido-colóide é maior do que o necessário para matar 99,99% dos patógenos.
(Estudo in vitro, interno da URGO: 7 dias – 8 bactérias testadas)

A prata entra na corrente sanguínea do paciente?

A Matriz Cicatrizante TLC-Ag contém sulfato de prata, que possui efeito bactericida somente quando entra em contato com o exsudato da lesão TLC-Ag, pois a TLC forma um gel e o sulfato de prata se transforma em íons de prata e SO42-. Esses íons de Ag+ ficam no gel lipido-colóide, e a atividade antibacteriana permanece somente na superfície da lesão, e não é liberada no leito, menos ainda em nível sistêmico.

Cobertura de prata removem o biofilme?

Sim. Coberturas com TLC-Ag provaram sua efetividade contra o biofilme. Através de um estudo in vitro com biofilmes de Staphylococcus aureusPseudomonas aeruginosa. Após um dia de contato com a TLC-Ag, 99,97% e 99,98% do biofilme foi removido respectivamente.

A quantidade de prata nas coberturas com a Matriz Cicatrizante TLC-Ag é baixa, elas são tão efetivas quanto outras coberturas de prata? Preciso trocar com uma frequência maior?

Nas coberturas de TLC-Ag, os íons Ag+ tem um efeito bactericida com uma quantidade de prata suficiente para ser efetiva na maior parte dos patógenos resistentes por até 7 dias (in vitro)

Outras coberturas podem precisar de mais prata para serem mais efetivos, devido a diferença no mecanismo de ação. Eles fazem uma liberação mais rápida da prata e por isso precisam de uma quantidade mais alta para serem efetivos ao longo do tempo. O que pode representar um risco de efetividade reduzida.

A Matriz Cicatrizante TLC-Ag é efetiva contra quais patógenos?

O modo de ação dos íons de prata é efetivo contra uma grande variedade de diferentes patógenos. Os testes feitos em patógenos resistentes provaram a eficácia da TLC-Ag. 

A TLC-Ag demonstrou atividade antibacteriana por até 7 dias em:

  • Methicillin-Resistant Staphylococcus aureus (MRSA)
  • Vancomycin-Resistant Enterococcus faecalis
  • Staphylococcus aureus
  • Pseudomonas aeruginosa
  • Streptococcus pyogenes
  • Escherichia coli
  • Candida albicans

Indicações

Quando devo usar o UrgoTul Ag?

O UrgoTul Ag/Silver é indicado para o tratamento de lesões com risco ou sinais de Infecção local.

Posso usar o UrgoTul Ag durante a faze de desbridamento?

Sim, no entanto, recomendamos o UrgoClean para o tratamento desta fase de desbridamento.

Posso usar o UrgoTul Ag com um gel?

Sim, ele pode ser associado ao hidrogel.

Quais são as contraindicações do UrgoTul Ag?

UrgoTul Ag não deve ser utilizado em casos de sensibilidade a prata. Não usar em pacientes submetidos a exames de Ressonância Magnética.

Há algum evento adverso relatado referente a prata da Matriz Cicatrizante TLC-Ag?

A TLC Ag contém sulfato de prata, que só é ativada quando em Contato com o exsudato da lesão. Esses íons de Ag+ ficam no gel lipido-colóide e não é liberado no leito da lesão, prevenindo contra o argirismo e toxicidade sistêmica.

Posso usar produtos com a Matriz Cicatrizante TLC-Ag em crianças?

Não foi feito nenhum estudo clínico. No entanto, a TLC-Ag foi amplamente utilizada no tratamento de lesões traumáticas e queimaduras em crianças com idade a partir de um ano.

Uso

O UrgoTul Ag pode aderir as luvas de látex. Como posso evitar que isso ocorra?

É recomendado umedecer as luvas com soro fisiológico e usar as abas protetoras para facilitar a aplicação.

Posso usar o UrgoTul Ag com terapia compressiva?

Sim.

Posso cortar o UrgoTul Ag?

Sim.

Como posso fixar o UrgoTul Ag?

Cubra o UrgoTul Ag com uma cobertura secundária adequado ao local e nível de exsudato da lesão. Fixe o curativo com uma bandagem adequada e fita adesiva ou de acordo com o protocolo da instituição.

Por quanto tempo devo manter UrgoTul Ag na lesão?

Um máximo de 4 semanas é o recomendado para uma boa eficácia da TLC-Ag na maior parte dos patógenos. O curativo deve ser trocado a cada 1 a 3 dias (podendo ficar até 7 dias), dependendo do nível de exsudato da lesão.

Posso manter a camada de contato e trocar somente o curativo secundário?

A camada de contato pode ficar por até 7 dias na lesão. Se necessário a cobertura secundária pode ser trocada com mais frequência para controlar o exsudato.

Quando devo parar de usar coberturas de prata e voltar a usar coberturas neutras?

Um máximo de 4 semanas de uso é o recomendado para boa eficácia da TLC-Ag na maior parte dos patógenos.
Se a lesão evoluir bem antes do final de 4 semanas de tratamento, você pode trocar para uma cobertura neutra.

Evidências

Que evidências existem sobre a Matriz Cicatrizante TLC-Ag?

O UrgoTul A é a única cobertura de prata que demonstrou ser efetiva em lesões com sinais de colonização crítica. Um estudo clínico demonstrou que o uso de UrgoTul Ag por 4 semanas seguido de tratamento com uma cobertura neutra (UrgoTul), reduziu o tamanho da lesão mais rapidamente do que usando somente um curativo neutro.

Por que compararam uma cobertura de prata com uma cobertura neutra ao invés de comparar com outra cobertura contendo prata?

A TLC-Ag foi comparada a TLC neutra para mostrar a real efetividade da prata em si.

UrgoTul s.Ag

Product

O que é o UrgoTul s.Ag?

UrgoTul S.Ag é uma camada de contato antimicrobiano, flexível que possui TLC-S.Ag, composto por uma malha de poliéster, estéril, não aderente, não oclusivo, impregnado com a Matriz Cicatrizante TLC-S.Ag (Tecnologia Lipido-Colóide e Sais de Sulfadiazina de Prata).

Como funciona o UrgoTul s.Ag?

Quando em contato com a o exsudato da lesão, a TLC-S.Ag forma um gel lipido-colóide que mantém o a umidade necessária para promover a cicatrização. Esse gel também garante a não aderência e a remoção do curativo sem dor. Em contato com o exsudato da lesão a partícula do sal se quebra, e o UrgoTul S.Ag funciona como um reservatório fazendo liberação constante de dois agentes antimicrobianos, os íons de prata e Sulfadiazina que têm ação puramente tópica.

A prata é liberada no leito da lesão para matar a bactéria ou a bactéria é morta em contato com a cobertura?

A TLC S.Ag contém Sulfadiazina de prata, que possui efeito bactericida somente quando entra em contato com o exsudato da lesão.
Os íons de Ag+ e a Sulfadiazina ficam no gel lipido-colóide e não são liberados no leito da lesão.

A prata entra na corrente sanguínea da paciente?

A TLC S.Ag contém Sulfadiazina de prata, que possui efeito bactericida somente quando entra em contato com o exsudato da lesão.
Os íons de Ag+ e a Sulfadiazina ficam no gel lipido-colóide e não são liberados no leito da lesão.

A quantidade de prata nas coberturas com a Matriz Cicatrizante TLC-Ag é baixa, elas são tão efetivas quanto as outras coberturas de prata? Preciso trocar com uma frequência maior?

Nas coberturas de TLC-S.Ag, os íons Ag+ tem um efeito bactericida com uma quantidade de prata suficiente para ser efetiva na maior parte dos patógenos resistentes por até 7 dias (in vitro)

Outras coberturas podem precisar de mais prata para serem mais efetivos, devido a diferença no mecanismo de ação. Eles fazem uma liberação mais rápida da prata e por isso precisam de uma quantidade mais alta para serem efetivos ao longo do tempo. O que pode representar um risco de efetividade reduzida.

A Matriz Cicatrizante TLC-Ag é efetiva contra quais patógenos?

O modo de ação dos íons de prata e a Sulfadiazina são efetivos contra uma grande variedade de diferentes patógenos. Os testes feitos em patógenos resistentes como: MRSA, Escherichia coli, provando a eficácia da TLC-S.Ag.

A TLC-Ag demonstrou atividade antibacteriana in vitro em 117 cepas hospitalares.

Indicações

Quando devo usar o UrgoTul s.Ag?

O UrgoTul S.Ag é indicado para queimaduras de espessura parcial (1º e 2º grau), preparo do leito da ferida para enxertia (3º grau) e enxertias de queimaduras.

Posso usar o UrgoTul s.Ag durante a faze de desbridamento?

Sim, no entanto, recomendamos o UrgoClean para o tratamento desta fase de desbridamento.

Posso usar o UrgoTul s.Ag com um gel?

Sim, ele pode ser associado ao hidrogel.

Quais são as contraindicações do UrgoTul s.Ag?

UrgoTul S.Ag não deve ser usado em casos de sensibilidade a Sulfonamidas e outros ingredientes

Não utilize em pacientes submetidos a exames de Ressonância Magnética.

Contraindica-se o uso em pacientes com insuficiência renal ou hepática, gestantes ou mulheres em período de amamentação, recém-nascidos e bebês pré-maturos na ausência de dados clínicos específicos.

Existe algum eventro adverso relacionado ao uso de produtos com a Matriz Cicatrizante TLC-s.Ag?

A Sulfadiazina de prata pode dar origem a:

  • Eritema, eczema de contato e casos raros de argiria
  • Fotosensibilidade
  • Leucopenia que são por vezes graves e que geralmente surgem durante os primeiros dias de tratamento.

A passagem de Sulfadiazina para a corrente sanguínea sistêmica expõe os pacientes a um risco de complicações sistêmicas de Sulfonamidas: hematológica, renal, intestinal e cutânea.

No entanto, a TLC-S.Ag contém Sulfadiazina de prata, que é ativada somente quando entra em contato com o exsudato da lesão. Os íons Ag+ e a Sulfadiazina ficam no gel lipido-colóide e não são liberados no leito da lesão.

Posso usar produtos com a Matriz Cicatrizante TLC-s.Ag em crianças?

Não foi feito nenhum estudo clínico. No entanto, a TLC-S.Ag foi amplamente utilizada no tratamento de lesões traumáticas e queimaduras em crianças com idade a partir de um ano.

Uso

O UrgoTul s.Ag pode aderir as luvas de látex. Como posso evitar que isso ocorra?

É recomendado umedecer as luvas com soro fisiológico e usar as abas protetoras para facilitar a aplicação.

Posso cortar o UrgoTul s.Ag?

Sim.

Como posso fixar o UrgoTul s.Ag?

Cubra o UrgoTul Ag com uma cobertura secundária adequado ao local e nível de exsudato da lesão. Fixe o curativo com uma bandagem adequada e fita adesiva ou de acordo com o protocolo da instituição.

Por quanto tempo devo manter UrgoTul s.Ag na lesão?

Um máximo de 4 semanas é o recomendado para uma boa eficácia da TLC-S.Ag na maior parte dos patógenos.
O curativo deve ser trocado a cada 24 a 48 horas (podendo ficar até 7 dias), dependendo do nível de exsudato da lesão e do progresso no tratamento.

Posso manter a camada de contato e trocar somente o curativo secundário?

A camada de contato deve ser trocada a cada 24 a 48 horas, podendo ficar por até 7 dias na lesão. Se necessário a cobertura secundária pode ser trocada com mais frequência para controlar o exsudato.

Quando devo parar de usar coberturas de sulfadiazina de prata e voltar a usar coberturas neutras?

Um máximo de 4 semanas de uso é o recomendado para boa eficácia da TLC-S.Ag na maior parte dos patógenos.
Se a lesão evoluir bem antes do final de 4 semanas de tratamento, você pode trocar para uma cobertura neutra.

Evidências

Quais evidências existem sobre a Matriz Cicatrizante TLC-s.Ag?

Dados de análises in vitro e casos clínicos foram realizados; e também foi realizado um estudo clínico sobre a eficácia do UrgoTul S.Ag no tratamento de queimaduras de segundo grau

UrgoClean

Product

O que é UrgoClean?

UrgoClean é uma nova geração de fibras hidro-desbridantes com alta capacidade de desbridamento e absorção com uma camada micro aderente da Matriz Cicatrizante TLC(Tecnologia Lipido-colóide) .

Como o UrgoClean funciona?

Quando em contato com o exsudato, as fibras hidro-desbridantes de poliacrilato gelificam, incham e se conectam com o tecido necrótico úmido, o absorvendo e drenando para auxiliar na sua eliminação (desbridamento autolítico). A criação deste gel mantém um ambiente úmido em contato com a lesão, o que promove a cicatrização das áreas desbridadas e também previne contra difusão lateral através da absorção vertical. A Matriz Cicatrizante TLC também promove proliferação dos fibroblastos nas áreas desbridadas.

Qual a capacidade de absorção do UrgoClean em comparação a outras coberturas?

UrgoClean absorve 1700 g/m², similar às coberturas de hidrofibra.

Por que o UrgoClean é eficiente no desbridamento de feridas?

As fibras hidro-desbridantes do UrgoClean oferecem alta capacidade de absorção e habilidade de capturar esfacelos.

Como você explica a remoção em peça única?

As fibras hidro-desbridantes do UrgoClean possuem um núcleo acrílico ultra resistente, garantindo a integridade na remoção, mesmo depois de gelificar em contato com a lesão.

Qual a diferença entre fibras hidro-desbridantes e hidrofibras?

Hidrofibras são fibras de hidrocoloide que gelificam e mantém o meio úmido e absorvem exsudato. Fibras hidro-desbridantes oferecem função similar, mas permitem a remoção em peça única (força das fibras) e também promovem o desbridamento (remoção de esfacelo, propriedade hemostática).

Qual o papel da micro-aderência?

A micro aderência do UrgoClean o torna mais conformável e flexível, garantindo o contato com o leito da lesão para promover a cicatrização e manter o UrgoClean na posição quando aplicado, auxiliando as trocas de curativo.

Indicações

Quando devo utilizar o UrgoClean?

UrgoClean é indicado para lesões exsudativas com tecidos desvitalizados (úlceras de perna, leões por pressão, úlceras de pé diabético, queimaduras, dermoabrasões, lesões traumáticas, lesões pós-operatórias, lesões oncológicas…)

Posso utilizar o UrgoClean na fase de granulação?

Sim.
No entanto, se a lesão for crônica, UrgoStart (Em breve no Brasil) é o tratamento perfeito após o uso do UrgoClean para acelerar o processo de cicatrização.

Posso usar o UrgoClean em lesões secas?

No caso de necroses pretas (escaras), a lesão deve ser desbridada antes de usar o UrgoClean. Se a lesão estiver seca, deve ser umedecida com soro fisiológico antes de aplicar o UrgoClean.

Posso usar o UrgoClean em lesões infectadas?

Devido à natureza não oclusiva da cobertura, o UrgoClean pode ser usado em lesões colonizadas sob supervisão médica. No entanto, no caso de lesão infectada, uma cobertura antibacteriana deve ser utilizada.

UrgoClean captura a bactéria, isso significa que ele é bactericida?

Não. O UrgoClean não possui prata e não é uma cobertura antibacteriana, mas devido a sua forte absorção, o UrgoClean é apto a capturar bactérias de lesões colonizadas. No entanto, no caso de lesão infectada não recomendamos o uso do UrgoClean e sim uma cobertura antibacteriana como UrgoTul Ag e UrgoTul s.Ag.

Posso usar o UrgoClean com um gel?

Sim, ele pode ser combinado com um hidrogel.

Quais são as contraindicações do UrgoClean?

Mercúrio orgânico (Mercryl Lauryl®, Dermachrome®, Merfene®) ou hexamidina (Hexomédine®) e peróxido de hidrogénio (água oxigenada).

Uso

UrgoClean pode aderir as luvas de látex. Como posso evitar que isso ocorra?

É recomendado usar as abas protetoras para facilitar a aplicação.

Qual lado do UrgoClean devo aplicar na lesão?

Aplique o lado micro aderente na lesão.

Posso cortar o UrgoClean?

Sim. Lembrando que UrgoClean uma cobertura de uso único, individual e estéril: reutilizar um produto de uso único pode levar a riscos de infecção.

Como posso fixar UrgoClean?

UrgoClean pode ser coberto por uma cobertura secundaria adequada ao local e nível de exsudação da lesão. Fixe o curativo com uma bandagem adequada e fita adesiva própria ou aplique a bandagem compressiva quando prescrito ou de acordo com o protocolo da instituição..

Posso usar UrgoClean sob compressão?

Sim. O UrgoClean tem alta capacidade de reter o exsudato mesmo sob compressão.

Quando devo trocar o UrgoClean?

UrgoClean deve ser trocado a cada 1 a 2 dias durante a fase aguda do desbridamento, depois as trocas devem ser feitas quando necessário (até 7 dias) dependendo do nível de exsudato e a condição clínica da lesão.

Por que a lesão pode aumentar após o tratamento com o UrgoClean?

A lesão pode parecer maior após o tratamento com o UrgoClean devido ao processo de desbridamento e remoção de tecidos desvitalizados da lesão.

UrgoTul

Produto

O que é o UrgoTul?

UrgoTul é uma camada de contato flexível com a Matriz Cicatrizante TLC composto de uma malha de poliéster impregnada com uma camada de carboxometilcelulose e partículas lipofílicas dispersas.

Como funciona o UrgoTul?

Quando em Contato com o exsudato da lesão, o UrgoTul forma um gel proporcionando um meio úmido, promovendo a cicatrização. O UrgoTul estimula a proliferação de fibroblastos e garante a não aderência e trocas de curativo sem dor.

Qual o papel dos fibroblastos?

Durante a cicatrização, os fibroblastos migram para a região da lesão, proliferam e sintetizam a matriz extracelular para formar o tecido de granulação (neo tecido). Fibroblastos são então diferenciados in situ em miofibroblastos que aproxima as bordas da ferida devido às suas propriedades contrácteis. A Tecnologia Lipido-Colóide (TLC) estimula a proliferação de fibroblastos células chave no processo de cicatrização.

Indicações

Quando devo usar o UrgoTul?

UrgoTul é indicado para o tratamento de lesão não exsudativas ou com baixa exsudação na fase de epitelização.

Posso usar o UrgoTul em lesões infectadas?

Se notar sinais clínicos de infecção local, o tratamento deve ser alterado para uma cobertura antibacteriana como o UrgoTul Ag, por exemplo, dependendo do julgamento clínico.

Posso usar o UrgoTul na fase de desbridamento?

Sim, no entanto, recomendamos o UrgoClean para o tratamento desta fase de desbridamento.

Posso usar o UrgoTul com um gel?

Sim, ele pode ser associado ao hidrogel.

Quais são as contraindicações do UrgoTul?

Não há contraindicações registradas.

Uso

O UrgoTul pode aderir as luvas de látex. Como posso evitar que isso ocorra?

É recomendado usar as abas protetoras para facilitar a aplicação.

Posso cortar o UrgoTul?

Sim.

Como posso fixar o UrgoTul?

Cubra o UrgoTul com uma cobertura secundária adequada para o local e nível de exsudato da lesão. Fixe o curativo com uma bandagem adequada, fita adesiva ou bandagem tubular. Ou de acordo com o protocolo da instituição. Aplique a bandagem de compressão quando prescrita.

Posso usar o UrgoTul sob terapia compressiva?

Sim.

Quando devo trocar o UrgoTul?

UrgoTul deve ser trocado a cada 2 ou 4 dias (podendo ficar por até 7 dias*) dependendo do nível de exsudato e condição clínica da lesão.

*dependendo da condição da lesão e do protocolo (quando prescrito associado a bandagem de compressão para úlceras venosas)

Posso manter o UrgoTul e trocar apenas o curativo secundário?

Sim, o UrgoTul pode ficar na lesão por até 7 dias, a fim de evitar prejudicar a cicatrização.

UrgoTul Absorb Border

Produto

O que é o UrgoTul Absorb Border?

UrgoTul Absorb Border é uma espuma adesiva com uma camada micro aderente de TLC composta por:

  • Camada micro aderente de TLC associada a uma espuma absorvente com uma camada superabsorvente
  • Filme semipermeável à prova d´água com bordas de silicone

Como funciona o UrgoTul Absorb Border?

Quando em Contato com o exsudato da lesão, o UrgoTul Absorb Border forma um gel, criando um ambiente úmido propício para promoção da cicatrização. O UrgoTul Absorb Border estimula a proliferação dos fibroblastos, garante a não aderência e trocas sem dor. A Espuma de poliuretano absorvente garante a drenagem do exsudato, protegendo a pele perilesão de maceração.

Qual o papel do fibroblastos?

Durante a cicatrização, os fibroblastos migram para a região da lesão, proliferam e sintetizam a matriz extracelular para formar o tecido de granulação (neo tecido). Fibroblastos são então diferenciados in situ em miofibroblastos que aproxima as bordas da ferida devido às suas propriedades contrácteis. A Tecnologia Lipido-Colóide (TLC) estimula a proliferação de fibroblastos células chave no processo de cicatrização.

Indicações

Quando devo usar o UrgoTul Absorb Border?

UrgoTul Absorb Border é indicado no tratamento de lesões com exsudato de moderato a importante no estágio de epitelização.

Posso usar o UrgoTul Absorb Border em lesões infectadas?

Se notar sinais clínicos de infecção local, o tratamento deve ser alterado para uma cobertura antibacteriana como o UrgoTul Ag, por exemplo, dependendo do julgamento clínico.

Posso usar o UrgoTul Absorb Border no estágio de desbridamento?

Sim, no entanto, recomendamos o UrgoClean como melhor opção para o tratamento desta fase de desbridamento.

Quais são as contraindicações do UrgoTul Absorb Border?

Não há contraindicações registradas.

Uso

Posso cortar o UrgoTul Absorb Border?

Não, no entanto, as bordas adesivas podem ser cortadas se necessário para ajustar o curativo a diferentes formas de lesões.

Posso usar o UrgoTul Absorb Border sob terapia compressiva?

Sim.

Quando devo trocar o UrgoTul Absorb Border?

O UrgoTul Absorb Border deve ser trocado a cada 2 a 4 dias dependendo do nível de exsudato e condições clínicas da lesão. Podendo permanecer na lesão por até 7 dias. O filme transparente auxilia no monitoramento da difusão dos fluidos para que se faça a troca somente quando necessário.

UrgoK2

Produto

O que é o UrgoK2?

UrgoK2 is a two layer compression bandage system, which benefits from the exclusive technology of the PresSure system.

UrgoK2 provides the gold standard compression usually provided by four-layer compression bandaging (pressure around 40 mmHg on average) with only 2 layers. It is indicated for the treatment of venous leg ulcer, venous edema and lymphedema, which require full compression.

UrgoK2 is available in 2 ankle circumferences: 18-25 cm and 25-32 cm in order to guarantee the right pressure, irrespective of the morphology of the patient’s leg.

Como o UrgoK2 funciona?

Using a combination of inelastic and elastic bandages, UrgoK2 has a short stretch behavior, therefore applies a high level of Static Stiffness.

UrgoK2 donates a medium resting pressure and is developed to give constant sustained compression maintained over time, with massage effect at walk.

O que é o PresSure System?

The PresSure system is an exclusive technology aiding the application of the recommended therapeutic pressure from the first application.

The UrgoK2 PresSure System guarantees a correct pressure application every time by helping applying correct stretch and correct overlap of the bandage.

Qual a diferença em relação as outras bandagens multicamadas?

Gold Standard Compression is defined as providing 40mmHg sub-bandage pressure at the ankle. UrgoK2 provides the same level of pressure and has been shown in an RCT (1) to be as effective and as safe as Profore (4-layer bandage system).

However, UrgoK2 provides “Gold Standard” compression in only 2 layers, making it easier to apply for the clinicians, more comfortable and less bulky for the patient.

Qual a diferença em relação as bandagens de curto estiramento?

Short-stretch bandages are difficult to apply since the bandage must be stretched to 100% whereas extensibility is low.

In a clinical study with experienced nurse practitioners, only 25% achieved the correct therapeutic pressure of 40mmHg with short-stretch bandage system with the remaining 75% applying only 30mmHg.(2)

Moreover, we can observe a significant reduction in pressure in the 1st hours and bandage slips on the leg with short-stretch bandage system, especially in presence of oedema.(3)

With only 2 layers, UrgoK2 has been shown to be very easy to apply regardless of the level of training. The PresSure System ensures the correct pressure is applied every time and the pressure is maintained for up to 7 days. 85% of the nurses achieve the required therapeutic pressure of 30-50 mmHg with UrgoK2.

Qual a diferença em relação as bandagens de longo estiramento?

Long-stretch bandages provide low massage effect at walk and are difficult to tolerate at night. Moreover, there is high risk of over-pressure and a tourniquet effect, which can damage the leg of the patient and create injury (4).

UrgoK2 provides a massage effect when the patient is active, increasing venous return and effectively reducing oedema levels.

Wearable day and night (respectively 95% and 92% of patients found comfort to be ‘good’  or ‘very good’), UrgoK2 improves patient compliance and therefore chance to heal.

(1) Lazareth I, Moffatt C, Dissemond J, Hanna R, Bohbot S, Connolly N. Evaluation of the efficacy and safety of the UrgoK2 versus Profore compression systems in the treatment of venous leg ulcers: results of a European Randomized Controlled Trial
(2) Hanna R, Bohbot S, Connolly N. A comparison of interface pressures of three compression bandage systems.
(3) Junger et al. Comparison of Interface pressure of three different bandaging systems used on healthy volunteers: results of a prospective randomized clinical study.
(4) World Union of Wound Healing Societies (WUWHS). Principles of best practice: Compression in venous leg ulcers. A consensus document. London: MEP Ltd, 2008.

Indicações

Quando devo utilizar o UrgoK2?

  • UrgoK2 is indicated for the treatment of venous leg ulcer, venous oedema and lymphoedema, which require full compression.
  • UrgoK2 Lite is indicated for the treatment of venous or mixed leg ulcer, venous oedema and lymphoedema, which require a reduced level of compression. UrgoK2 Lite could also be used for patients unable to tolerate full compression, or in a step up approach.
  • Latex-free versions are indicated for patients and practitioners who are allergic to latex.

Quais são as contraindicações do UrgoK2?

  • Arterial conditions (arterial or predominantly arterial ulcers; known or suspected arterial disease): Ankle Brachial Pressure Index (ABPI) < 0.8 for UrgoK2 and < 0.6 for UrgoK2 Lite
  • Patients suffering from diabetic microangiopathy, ischaemic phlebitis, septic thrombosis.
  • Ulceration due to infection.
  • Allergy to any of the components – in particular latex for the “non-latex free” version

Uso

Para úlcera venosa e redução de edema venoso 

Aplicação abaixo do joelho

Kit para tornozelo com circunferência de 18-25cm – 50% de sobreposição

  • Coloque o pé em um ângulo de 90° – “dedos do pé apontando para o nariz”. Aplique a KTECH a partir da base dos dedos com uma ou duas voltas para fixar no lugar, garantindo que a o lado algodoado fique em contato com a pele e que o indicador de pressão fique para cima, em direção ao paciente. Fixe o calcanhar com uma forma de 8, garantindo cobertura total do calcanhar. Não aplique compressão total no pé.
  • Aplique a bandagem em espiral a partir do maléolo subindo pela perna, sempre estirando a bandagem para que o indicador de pressão fique na forma de círculo, e sobrepondo as bandagens para que o indicador seja coberto (50% de sobreposição). Finalize o enfaixamento 2cm abaixo da região poplítea. Corte o excesso de bandagens e fixe com uma fita adesiva apropriada.
  • Aplique a KPRESS (ou KPRESS Látex Free) sobre a KTECH usando a mesma técnica de aplicação da KTECH. Para conforto do paciente, deixe uma pequena borda de KTECH no pé e joelho. Depois de aplicada, corte qualquer excesso de bandagem e pressione gentilmente a bandagem de cima abaixo para garantir a coesão total.

- Kit para tornozelo de 25-32cm – 2/3 de sobreposição.

Aplique da mesma forma que o kit de 18-25cm, cobrindo o indicador de pressão impresso no meio da bandagem (2/3 de sobreposição).

 

For lymphoedema

“Toe to Thigh” application

If necessary, first bandage the toes using an appropriate bandage. For full leg bandaging, use the same application technique and overlap as the below-knee application, but with the following bandage sequence:

 

  1. Apply an 8cm (or 10cm depending on the foot size) KTECH to the foot – stop at the ankle.
  2. Then apply a 10cm KTECH to just above the knee, flexing the knee slightly. Pad behind the knee for comfort if necessary.
  3. Continue to top of thigh with either a 10cm or 12cm KTECH and secure with tape.
  4. Apply KPRESS over the KTECH using the same sequence of bandages and application technique.

 

Once applied, press down gently on the bandage to ensure full cohesion.

UrgoK2 / UrgoK2 Lite should be left in place both day and night until the next dressing change at the discretion of the clinician.

 

 

When should I change UrgoK2?

UrgoK2 and UrgoK2 Lite should be left in place both day and night until the next dressing change, at the discretion of the clinicians.

UrgoK2 and UrgoK2 Lite can stay in place up to 7 days depending on the patient’s condition

Última atualização : 17/11/2018