Queimaduras

  • Definições
  • Tratamento de lesões
  • Apoio ao paciente e prevenção
  • Produtos

Uma queimadura é uma lesão na pele e às vezes nos tecidos subjacentes, causada pelo contato com calor, eletricidade, produtos químicos, luz, radiação ou fricção. A perda grave de pele pode levar à infecção e à perda de função da pele, como termorregulação e imunidade.

A maioria das queimaduras (95%) é de origem térmica (queimaduras por calor). Pacientes com queimaduras graves precisam ser tratados em uma unidade especial de tratamento de queimaduras (UTQ).

Gravidade

O prognóstico em termos de vida ou morte depende da extensão da queimadura. O prognóstico em termos de função depende da profundidade, extensão e localização da queimadura.

A extensão das queimaduras em relação a superfície cutânea total pode ser estimada de forma razoavelmente precisa em adultos utilizando a Regra dos Nove de Wallace.

Regra dos nove de Wallace

 

Considera-se que cada parte do corpo corresponde a 9% da área de superfície cutânea:

  • Total para cabeça e pescoço da parte frontal e traseira: 9%
  • Total para cada membro superior da parte frontal e traseira: 9%
  • Parte frontal do tórax e abdome: 18%
  • Parte traseira do tórax e abdome: 18%
  • Períneo: 1%
  • Total para cada membro inferior da parte frontal e traseira: 18%
No corpo de crianças, as proporções são diferentes em relação às dos adultos, portanto a regra dos nove tem que ser adaptada dependendo da idade da criança.

 

Tipos de queimaduras

Por agente causal

Queimaduras por calor / Queimaduras térmicas

heat_burnA pele pode ser queimada a partir do contato com calor, por exemplo, líquidos como bebidas quentes, vapor de uma chaleira ou panela ou pelo toque em chama ou superfície quente como um aquecedor ou forno. O calor causa queimaduras visíveis com vermelhidão, formação de bolhas e dor. A fonte de calor deve ser removida o mais rápido possível e a pele resfriada com água fresca. O grau e a extensão da queimadura determinam o tratamento subsequente.

Queimaduras elétricas

Queimaduras elétricas, com um cabo elétrico, por exemplo, frequentemente causam lesões sérias aos órgãos internos do corpo, porém a lesão pode não ser visível na pele. O paciente deve ir diretamente ao hospital.

Queimaduras químicas

chemical_burnUma queimadura química ocorre quando o tecido é exposto a uma substância corrosiva como um ácido ou base forte. Normalmente resultado de um acidente, a lesão dependerá do tipo de agente.

Tipicamente, queimaduras químicas:

  • Ocorrem imediatamente ao contato
  • Podem ser extremamente dolorosas

  • Podem não ser imediatamente evidentes ou perceptíveis

  • Difundem-se no tecido e danificam as estruturas sob a pele sem dano imediatamente aparente na superfície cutânea

  • Podem causar extenso dano tecidual

Por grau

Queimaduras de primeiro grau:

Queimaduras de primeiro grau (queimaduras superficiais)

Uma queimadura de primeiro grau se refere a uma queimadura que afeta somente as camadas superficiais da epiderme, causando eritema (vermelhidão) que pode ser dolorosa, mas sem formação de bolhas (flictena). A cicatrização espontânea ocorre dentro de 2 a 3 dias, sem efeitos residuais.

Queimaduras de segundo grau:

De espessura parcial superficial

second_degree_burn

Esta é uma lesão que afeta quase toda a epiderme. Morfologicamente, ela é reconhecida pela presença contínua de bolhas, cuja base é avermelhada após a excisão, bem vascularizada e muito sensível. A cicatrização espontânea ocorre normalmente dentro de 1 a 2 semanas sem efeitos residuais, mas ainda há risco de uma cicatriz indelével, particularmente em crianças, pele com pigmentação mais escura e de forma mais generalizada quando a cicatrização é retardada por uma complicação (geralmente infecção local).

Dérmica profunda

second_degree_burn_deepUma queimadura de segundo grau dérmica profunda envolve a destruição completa da epiderme e da derme superficial. Tudo que permanece íntegro é a derme profunda e os apêndices cutâneos (pelos, glândulas sudoríparas e sebáceas). Essas queimaduras, como queimaduras de segundo grau superficiais, apresentam bolhas, mas após a excisão, a base das bolhas tem uma aparência rosa esbranquiçada, são pouco vascularizadas e apresentam sensibilidade reduzida. A cicatrização espontânea é possível a partir dos apêndices cutâneos, porém lenta (2 a 4 semanas). A condição geral do paciente ou uma infecção local secundária pode frequentemente aprofundar as lesões, destruindo as poucas células epidérmicas sobreviventes que impedem a cicatrização espontânea normal.

Queimaduras de terceiro grau (de espessura total)

Com queimaduras de terceiro grau de espessura total há uma destruição completa da pele com inclusão mínima de toda a epiderme e derme. A lesão tem aparência de necrose cutânea aderente, sem flictena, é de cor mais ou menos escura (de branco a marrom a preto) e há perda total da sensibilidade. O desaparecimento completo das células cutâneas não permite a cicatrização espontânea e a cicatrização cutânea definitiva somente pode ser obtida por meio de enxerto de pele, isto é, importando tecidos epidérmicos autólogos, retirados de uma área de pele íntegra. O enxerto de pele é possível somente após a excisão da necrose cutânea.

Cicatrização

  • Queimaduras de primeiro grau geralmente cicatrizam dentro de 2 a 3 dias.
  • Queimaduras de segundo grau geralmente cicatrizam de 2 a 4 semanas.
  • Queimaduras de terceiro grau geralmente levam muito tempo para cicatrizar

As queimaduras devem ser protegidas de dano físico e infecção por micro-organismos, a cobertura ideal deve:

  • Ser confortável, compatível e durável
  • Ser atóxica, não aderente e não irritativa
  • Permitir a troca gasosa
  • Permitir umidade na lesão
  • Ser compatível com agentes terapêuticos tópicos
  • Permitir que a lesão cicatrize sem retardar ou inibir qualquer estágio do processo

A TLC (Tecnologia Lipido-Colóide) cria um ambiente úmido, favorável ao processo de cicatrização. Além disso, a composição exclusiva da TLC estimula a proliferação de fibroblastos, células-chave no processo de cicatrização. Esta propriedade exclusiva das coberturas com TCL foi demonstrada in vitro.

Coberturas com TLC não aderem à lesão, possibilitando o cuidado atraumático do neo tecido formado e remoção indolor da cobertura.

Estas recomendações não substituem a opinião de especialistas com base em um diagnóstico completo.


Estas recomendações não substituem a opinião de especialistas com base em um diagnóstico completo.

A ação rápida pode ajudar a controlar a gravidade de uma queimadura. O paciente deve ser imediatamente removido do contato com a fonte da queimadura. Não deve ser feita nenhuma tentativa para remover a roupa que estiver grudada à queimadura ou perfurar bolhas ou remover a pele queimada. As bolhas devem ser, então, rapidamente removidas somente por um profissional de saúde. As queimaduras devem ser tratadas com o resfriamento da pele com água.

Sempre procure cuidado médico se:

  • Uma queimadura de primeiro ou segundo grau abranger uma área de mais de 5-8 cm de diâmetro.

  • A queimadura for no rosto, sobre uma articulação importante (como o joelho ou ombro), nas mãos, pés, ou órgãos genitais.

  • A queimadura for de terceiro grau, estas sempre exigem atenção médica imediata

  • A queimadura for elétrica

No caso de queimaduras químicas, a área afetada deve ser lavada com uma quantidade abundante de água.

Prevenção

Ter cuidado e utilizar o bom senso podem ajudar a prevenir muitas queimaduras.

Em casa, deve-se ter cautela ao manusear líquidos quentes e cozinhar ou passar ferro, e objetos quentes nunca devem estar no alcance de crianças pequenas.

Ao manusear substâncias corrosivas, artigos de proteção, como óculos de proteção, luvas e jalecos/macacão sempre devem ser utilizados.

Estas recomendações não substituem a opinião de especialistas com base em um diagnóstico completo.


Estas recomendações não substituem a opinião de especialistas com base em um diagnóstico completo.

Queimaduras infectadas

Queimaduras não infectadas

picto_purify picto_clean picto_close

Estas recomendações não substituem a opinião de especialistas com base em um diagnóstico completo.
Última atualização : 17/11/2018